34ª Missa do Vaqueiro mantém viva a fé dos vaqueiros e atrai multidão em Manari:

A fé do povo sertanejo, ultrapassa gerações e Manari virou palco, para uma das celebrações religiosas mais importantes do povo sertanejo, a Missa do Vaqueiro.

Para manter a tradição, iniciada há quase quatro décadas, neste sábado (18), a cidade realizou mais uma edição da tradicional missa que desde a gestão de Otaviano Martins(2004), cresceu de forma significativa em números de vaqueiros, visitantes, atrações, investimentos e resultados para diversos segmentos.

A festa aumentou tanto, que passou a integrar o calendário oficial de eventos no município.

Esse ano, como de costume, o prefeito Van de Otaviano, recepcionou aos vaqueiros e os visitantes e a Prefeitura ofereceu uma vasta programação, que teve início nas primeiras horas do dia com recepção, almoço, atrações artísticas e culturais e uma premiação especial, incluindo troféus. “Fazemos essa festa com muita alegria, por que faz parte da nossa história, nós somos vaqueiros, nossos familiares, a população em boa parte é descendente de vaqueiro e a prova do sucesso é isso que  estamos vendo aqui, a praça de eventos lotada e só temos a agradecer a Deus e a cada um integrante da comissão organizadora e a nossa população” afirmou o Prefeito Van de Otaviano, que está no seu segundo mandato à frente do município.

A missa celebrada pelo Padre Gabriel, foi o momento mais aguardado da festa, celebrada na tarde deste sábado (18), quando centenas  de vaqueiros e vaqueiras montados em seus cavalos, as caravanas vindas de várias cidades, inclusive dos estados de Alagoas, Bahia e Paraíba rezaram em agradecimento a Deus, o coral de aboios da celebração ficou por conta de Zé de Almeida e demais aboiadores convidados. Também estiveram presentes ao lado do prefeito Van de Otaviano, entre outras autoridades e convidados, o ex-prefeito Otaviano Martins, o deputado estadual Claudiano Filho, Leonardo Martins, os vereadores do município e outras lideranças.

Após a missa na programação de shows do palco principal Brasas do Forró, Zeca Bota Bom e Geninho Batalha.

 

Passado

 

No ano 2000, segundo dados da PNUD: “89,99% da população manariense era pobre, 63,9% da população adulta era analfabeta, a escolaridade média era de 1,30 anos de estudo, o abastecimento de água só chegava a 16,2% da população, apenas 17% do lixo era jogado em aterros sanitários, 120,78 crianças a cada mil morriam antes de completar cinco anos de idade”.

O trabalho mudou essa realidade e Manari, hoje é uma cidade em crescimento.

 

As informações são da assessoria de comunicação.

ATENDIMENTO AO PÚBLICO

Segunda a Sexta-feira. Das 08:00 à 13:00

Rua Nova, s/n
CEP: 56.565-000, Centro - Manari-PE

pmmanari.gov@gmail.com